• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Nissan apresenta resultados do ano fiscal e cresce nos principais mercados


A Nissan Motor Co. anunciou nesta quinta-feira os resultados financeiros para o Ano Fiscal de 2016, no período de doze meses, de abril de 2016 até 31 de março de 2017.

A Nissan gerou lucro operacional de 742,4 bilhões de ienes com receitas líquidas de 11,72 trilhões de ienes, graças à força de mercados como o dos Estados Unidos, da China e da região Oeste da Europa, que compensaram parcialmente o impacto do câmbio internacional e o enfraquecimento dos mercados emergentes.

A Nissan vendeu, globalmente, 5,63 milhões de automóveis no Ano Fiscal de 2016.

Nos Estados Unidos, as vendas da Nissan cresceram 4,2% para 1,58 milhão de unidades, o que equivale a 9,0% de participação de mercado, graças à sólida demanda por modelos como o Rogue e o Altima.

As vendas da Nissan na China, que tem como base o ano calendário de 2016, cresceram 8,4%, para 1,35 milhão de veículos comercializados, equivalente a 5,0% de participação de mercado. Na Europa, excluindo a Rússia, as vendas da Nissan cresceram 7,2%, para 683 mil unidades, o que levou a 3,8% a participação. O SUV Qashqai e a picape Navarra/Frontier ajudaram a conduzir a demanda por modelos Nissan na região.

Os resultados da Nissan nesses mercados-chave ajudaram a compensar as desafiadoras condições do mercado japonês, reflexo da suspensão das vendas dos Kei Cars – os populares carros compactos daquele mercado – no primeiro semestre. As vendas da Nissan no Japão, onde a comercialização dos Kei Cars já foi retomada, atingiram 557 mil unidades no período de 12 meses. Esse número representa 11,0% de participação de mercado. Em outras regiões, como Ásia e Oceania, América Latina, Oriente Médio e África, as vendas da Nissan caíram 3,3%, para um total de 808 mil unidades.

#NISSAN

Pensando em vender seu veículo? - Nós compramos !