• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Revelado o Citroën C5 Aircross


Após meses de expectativa, principalmente após a divulgação do Concept que lhe deu origem em 2015, e as últimas imagens divulgadas que mostravam um pouco do que estava por vir, a Citroën revelou no Salão de Xangai o novo SUV da marca, o C5 Aircross.

Os chineses vão, aliás, receber o modelo já no próximo mês de outubro, com os europeus a ter que esperar a segunda metade de 2018 para terem disponível nas concessionárias da marca esta novidade.

O C5 Aircross utiliza a plataforma EMP2, e tem 4.50 m de comprimento; 1.84 m de largura, 1.67 m de altura e 2,73 m de entre eixos.

Destaque para pormenores que remetem de imediato à identidade da marca, com destaque para sua elegante grade dianteira, enquanto o símbolo da marca serve de união para os grupos óticos full-LED com assinatura. Destaque também para a o tamanho e posição elevada do capô. As rodas são de liga leve, e dependendo da versão do C5 Aircross são de 17, 18 ou ainda 19 polegadas. Para finalizar a observação externa, destaque para os elegantes tons que vão decorar por fora o modelo francês. Pearl White; Perla Nera Black; Platinium Grey e Volcano Orange.

Já por dentro encontramos um painel de instrumentos TFT de 12,3”, tela digital de 8” e sistema Citroën Connect Nav, com gráficos em 3D, sistema de navegação e reconhecimento por voz para acesso aos principais comandos e dispositivos conectados. Disponibilizada também a função Mirror Screen e ainda sistema wireless com carregador sem fio para smartphone.

Os bancos dianteiros têm cinco programas de massagem que ajustam inclusivamente o encosto de cabeça. Já para os passageiros que viajam atrás a novidade é o sistema que prolonga o banco, dando mais conforto e ampliando a sensação de espaço, com 201 mm para as pernas, e 954 mm para a cabeça.

O porta-malas abre e fecha de forma elétrica através do movimento especifico do pé, oferecendo 482l de espaço podendo este volume ser aumentado através do rebatimento dos bancos traseiros numa proporção 40:60.

A Citroën divulgou que as versões vão estar equipadas com motores que vão dos 165 aos 200 cv e caixa de câmbio automática de seis velocidades. Este vai ser o primeiro Citroën com o sistema Plug-In Hybrid PHEV e-AWD drivetrain, sistema que conjuga o motor a gasolina de 200 cv com dois motores elétricos, numa potência acumulada de 300 cv, sendo assim o mais potente Citroën de série produzido até hoje, disponibilizando ainda quatro modos de tração e propulsão. Totalmente elétrico (60 km de autonomia); híbrido; conjugado; e 4X4.

Para manter uma tradição que identifica os veículos Citroën, o conforto, a marca francesa desenvolveu no seu programa Citroën Advanced Comfort, a primeira suspensão com o sistema “Progressive Hydraulic Cushions” (Amortecedores Hidráulicos Progressivos).

Para finalizar listamos alguns dos sistemas de auxilio ao condutor como, por exemplo, assistente de frenagem; aviso da transposição da faixa de rolamento; cruise control adaptativo; Grip Control; assistente para descidas; câmera de 360º; com aviso de objetos no ângulo morto; e ainda reconhecimento e aviso sobre sinais de trânsito no percurso.

#CITROËN #CITROËNC5AIRCROSS

Laja Revista Publiracing
Pensando em vender seu veículo? - Nós compramos !