• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Com nova bateria, fim anunciado para a troca de carro na Fórmula E.


Considerado por muitos como o momento menos “bonito” das corridas da Fórmula E, competição que vem ganhando espaço e visibilidade de forma impressionante ao longo destes primeiros anos de atividade, a troca de carro, tem o fim anunciado.

Os novos carros da categoria produzidos pela Spark Racing Technologies, e que incorporam uma nova bateia de 54kWh produzida pela McLaren Applied Technologies vai permitir que um piloto realize toda a corrida sem necessidade de troca de carro como acontece desde o inicio da competição.

A previsão é que após os testes coordenados pela Spark, previsto para os últimos meses deste ano, em Fevereiro de 2018 sejam realizados os primeiros testes pelas equipes com o novo carro, sendo a homologação definitiva prevista para agosto de 2018.

Ou seja seguindo este planejamento, teremos ainda mais uma temporada com mudança de carro a meio da corrida, em operação que será banida já que os novos monologares passam dos atuais 200 KW para 250 kW de potência. O novo monologar passa a pesar 930 Kg, 42 a mais do que inicialmente previsto, tudo devido ao peso das novas baterias. Foi informado que está sendo realizado trabalho intenso no chassi, como por exemplo com peças impressas em 3D para atenuar o peso “extra” da bateria.

Todas as alterações nas baterias a serem utilizadas nos novos carros da Fórmula E vão na direção das exigências da FIA, que pretende uma única bateria por carro, que dure toda a temporada e permita completar as corridas da categoria sem a atual necessidade de mudança de monolugar.

#FORMULAE #AUTOMOBILISMO

Pensando em vender seu veículo? - Nós compramos !