• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Família Varela participa do maior desafio off-road no deserto da América do Norte


Bicampeão mundial em sua categoria, e oito vezes campeão brasileiro de Rally Cross Country, entre dezenas de outros títulos no automobilismo, o paulista Reinaldo Varela e seu navegador, o catarinense Gustavo Gugelmin resolveram procurar novas aventuras e desafios. Neste sábado (04/3) a dupla irá participar da The Mint 400, considerada a mais importante prova em deserto na América do Norte, e com a mesma importância da Indy 500 para os praticantes do off-road.

"Depois de 35 anos e mais de 350 corridas, resolvi experimentar uma nova modalidade, um novo desafio. Fizemos uma prova em fevereiro para experimentar e me apaixonei. As provas nos desertos americanos são muito diferentes e duras. Tem buraco, solavanco, curva, subida, descida, saltos, trial. A cada volta o piso fica pior, com tanto carro passado e cavoucando, fazendo mais costela de vaca, e o tempo piora 10, 15 minutos com a mudança. E judia muito do corpo, a corrida é bem cansativa, pois não tem intervalo", apontou Varela.

Criada em Las Vegas em 1968 como uma forma de promover o Mint Hotel, a corrida tem uma história rica, se tornando a maior e mais importante corrida off-road da América do Norte. O evento atrai mais de 60 mil espectadores para Las Vegas na semana da corrida, em que até a vistoria dos 370 veículos inscritos é uma atração à parte. O circuito de cerca de 130 milhas se estende desde a cidade até a divisa entre os estados de Nevada e Califórnia, com cinco áreas para o público acompanhar durante as três voltas que totalizam os quase 700 quilômetros.

"Esta é tipo Corrida Maluca, com a participação de 370 veículos juntos entre picapes, buggies, caminhões e UTVs. Para ultrapassar tem que usar a buzina, mas se ficar difícil pode dar totó na traseira do outro!", conta Gugelmin, que acrescenta que nenhum veículo tem para-brisas e vidros, e a navegação é feita apenas por GPS, em tela grande, como em barco. "Largamos as seis horas da manhã, que é escuro e frio aqui, a vamos até à noite, sem descanso. Fazemos uns dois pit stops para abastecer, trocar pneus e consertar algo, se necessário, porque o cronômetro não para. A prova é muito dura, parecido com Especial de Dakar, só que com 700 km sem parar".

Varela e Gugelmin participarão da The Mint 400 com um Buggy leve, equipado com motor Honda Acura de 4 cilindros e 2.5 litros, com 250 hp, tração 4x2 e câmbio sequencial de 6 marchas. As suspensões com dois amortecedores por roda não proporcionam estabilidade em curva, pois tem curso muito longo, para que o piloto possa ignorar lombas, buracos e saltos.

Já seu filho participa, ao volante de um UTV, Can-Am Maverick 1000 Xds Turbo. Gabriel Varela, vem ganhando muita experiência ao volante neste tipo de veículo, vencendo provas e conquistando títulos nos certames brasileiros que disputou no ano passado. Como recompensa, foi convidado para correr nos Estados Unidos, e neste sábado (04/3) irá estrear na The Mint 400, ao lado 370 veículos, 106 dos quais são UTV´s.

"Vou correr com o mesmo equipamento que me deu os títulos no ano passado, pois ele é muito confiável e resistente. Como esta prova é no deserto, e vou andar na categoria Ilimitada, que é a principal, usaremos um chassi alongado para passar melhor nas costelas de vaca e depressões", avisa Gabriel. "Já testei o meu UTV, que se mostrou muito confiável, um conjunto muito bom pra andar no deserto. Quero fazer uma prova limpa e tentar o melhor resultado possível. Tem que ter bastante cabeça, é uma prova muito difícil, 700 km direto, já largando com muita poeira e ainda de noite, sem descanso, sem choro nem vela. Só paramos para reabastecer e trocar pneus, sempre com o cronômetro girando".

#CROSSCOUNTRY #AUTOMOBILISMO

Laja Revista Publiracing
Reserve seu espaço