• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Caminhos de ferro franceses são exemplo de pontualidade e eficácia.


Desde ontem os Caminhos de Ferro Franceses (SNCF) colocaram em ação um novo sistema de compensação online para passageiros cuja viagem de longa distância ou interurbana, sofra um atraso superior a 30 minutos. A medida é até mais rigorosa do que a regulamentada para todo o território da união europeia.

Pelas novas regras, o passageiro que chegar com atraso superior a trinta minutos pode solicitar um reembolso de 25% do valor pago pelo bilhete. O reembolso é solicitado através da página web ou aplicativo da companhia, que emite em até 48 horas um cupom que poderá ser utilizado em até um ano.

Na legislação europeia essa compensação só acontece quando o atraso é superior a uma hora. Ainda são escalonados descontos de 50% para atrasos superiores a duas horas, e de 75% para atrasos superior a três horas.

Ainda muito importante o fato de estas compensações serem aplicadas em qualquer tipo de atraso, seja ele operacional, ou não controlados, como por exemplo, condições climatéricas, alerta por objetos suspeitos, vandalismo ou obstáculos na via.

Os serviços de alta velocidade da SNCF ostentam um recorde de pontualidade ao longo de 2016, com índices de 90% para trens de alta velocidade e 88,7% para trens interurbanos. Para garantir esta pontualidade e taxa de operacionalidade, a companhia investe forte em infraestrutura e material rodante o que a deixa confiante para reduzir cada vez mais sua margem para atrasos.

A França é um exemplo no correto desenvolvimento de sua rede ferroviária, e renovou mais de 6 000 quilômetros de suas vias, de um total de 29 600 que compõem sua rede. Ainda no âmbito dos investimentos está investindo atualmente mais de 1 200 milhões de Euros para a compra de novos trens, além do investimento anual de cerca de 150 milhões de euros na renovação da frota.

#FERROVIA

Laja Revista Publiracing