• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Lewis Hamilton vence GP do Brasil, mantendo acesa disputa pelo título.


Após muita chuva, duas bandeiras vermelhas, diversos Safety-Car, quatro horas de disputas entre espera no boxe e voltas atrás do carro de segurança, Lewis Hamilton segurou sem sustos seu lugar na frente e venceu o molhado GP do Brasil de F1, na frente de Rosberg, que assim mantem uma margem de segurança de 12 pontos para a disputa pelo título que fica adiada para a última corrida da temporada.

Além dos dois carros da Mercedes, Verstappen em Red Bull, completou o pódio, em terceiro, e deu seu show particular, mostrando uma rara capacidade de pilotar em qualquer condição de pista, especialmente as mais difíceis, como no caso da corrida de Interlagos.

A corrida teve diversas batidas provocadas pela chuva intensa que caiu toda a tarde de domingo. Romain Grosjean bateu ainda antes do inicio da corrida, na formação do grid, e já dava uma mostra do que estava por vir. Marcus Ericsson bateu forte no mesmo lugar ( subida do café),e após nova largada era a vez de Kimi Raikkonen bater forte no meio da reta, vivendo momentos de “terror” ao ver passar todo o restante do grid a seu lado, e sem visibilidade para os pilotos, um por um foi conseguindo desviar no improviso, habilidade e na mão de Deus, sem nada de mais grave acontecer. Jolyon Palmer, Felipe Massa, que se despediu de Interlagos como piloto de F1 e Esteban Gutierrez, foram outros que não conseguiram completar a corrida por encontros com as proteções da pista.

Felipe Massa, após bater no café (mais um), fez uma caminhada até aos boxes carregada de emoção, ovacionado pelo público, e como a corrida estava com Safety-Car e boxe fechado, uma a uma as equipes da categoria se despediam de Felipe de um modo muito carinhoso, com seus elementos na porta das garagens, batendo palmas e abraçando Massa, numa rara manifestação de respeito pela história de mais um grande piloto brasileiro que passou pela F1.

História que pode ter seu futuro próximo garantido pelo outro destaque do dia, Felipe Nasr, no limitado Sauber, conseguiu chegar em fantástica 9ª posição final, chegando a rodar em sexto, e dando para a equipe seus primeiros pontos em 2016 no que pode ajudar na decisão sobre o futuro do brasileiro, que ainda não garantiu vaga no grid de 2017.

Classificação final da corrida GP do Brasil ( Autódromo José Carlos Pace - Interlagos )

Pos No. Piloto Car

1 44 Lewis Hamilton Mercedes

2 6 Nico Rosberg Mercedes

3 33 Max Verstappen Red Bull-TAG Heuer

4 11 Sergio Perez Force India-Mercedes

5 5 Sebastian Vettel Ferrari

6 55 Carlos Sainz Jnr Toro Rosso-Ferrari

7 27 Nico Hulkenberg Force India-Mercedes

8 3 Daniel Ricciardo Red Bull-TAG Heuer

9 12 Felipe Nasr Sauber-Ferrari

10 14 Fernando Alonso McLaren-Honda

11 77 Valtteri Bottas Williams-Mercedes

12 31 Esteban Ocon Manor-Mercedes

13 26 Daniil Kvyat Toro Rosso-Ferrari

14 20 Kevin Magnussen Renault

15 94 Pascal Wehrlein Manor-Mercedes

16 22 Jenson Button McLaren-Honda

Não classificados: Romain Grosjean, Marcus Ericsson, Kimi Raikkonen, Jolyon Palmer, Felipe Massa, Esteban Gutierrez

Classificação dos campeonatos

Piloto Total

1 Nico Rosberg 367

2 Lewis Hamilton 355

3 Daniel Ricciardo 246

4 Sebastian Vettel 197

5 Max Verstappen 192

6 Kimi Raikkonen 178

7 Sergio Perez 97

8 Valtteri Bottas 85

9 Nico Hulkenberg 66

10 Fernando Alonso 53

11 Felipe Massa 51

12 Carlos Sainz Jnr 46

13 Romain Grosjean 29

14 Daniil Kvyat 25

15 Jenson Button 21

16 Kevin Magnussen 7

17 Felipe Nasr 2

18 Jolyon Palmer 1

18 Pascal Wehrlein 1

18 Stoffel Vandoorne 1

Equipe Total

1 Mercedes 722

2 Red Bull 446

3 Ferrari 375

4 Force India 163

5 Williams 136

6 McLaren 75

7 Toro Rosso 63

8 Haas 29

9 Renault 8

10 Sauber 2

11 Manor 1

Galeria de Fotos do GP do Brasil

#FÓRMULA1 #AUTOMOBILISMO

Laja Revista Publiracing