• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing
729X90.gif

22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária, discute a importância do correto investimento no sistema


O evento anual que reúne técnicos das operadoras, dirigentes empresariais e profissionais do setor, vai debater questões importantes relacionadas à mobilidade urbana nas grandes cidades, e de forma muito particular a fundamental participação do transporte sobre trilhos na melhoria da qualidade de vida das populações. A Revista Publiracing é pela primeira vez parceiro institucional do evento, e vai estar ao longo dos dias de debates e exposição trazendo toda a informação para nossos leitores.

Como tema de um dos painéis, a região metropolitana de Buenos Aires (Argentina) e sua rede de metrô. Atualmente existem projetos para a construção de três novas linha que farão com que o número de pessoas atendidas, pelo Metropolitano de Buenos Aires, cerca de 1,7 milhão/dia, aumente significativamente.

As três novas linhas projetadas quando concluídas representarão uma extensão de mais 22,5 quilômetros de linha férrea, que juntando aos atuais 55,6 km existentes completarão 78,1 km de vias. Ao término das obras o sistema contará com 127 estações, ante as 74 existentes hoje.

As novas linhas projetadas são: Linha F (Constitución - Plaza Italia), terá 8,6 km e 13 estações; Linha G (Retiro - Cid Campeador), terá 7,3 km e 11 estações e Linha I (Emilio Mitre - Plaza Italia), com 6,6 km e 10 estações.

O Metropolitano de Buenos Aires (chamado localmente de Subte) teve sua primeira linha inaugurada em 1913, com operação na cidade de Buenos Aires (Argentina). Operando integralmente subterrânea, o sistema é composto de seis linhas identificadas pelas letras (A, B, C. D, E e H) com extensão de 55,6 km de vias em bitola 1435mm e transporta 1,7 milhões de pessoas/dia.

Ester Litovsky, gerente de Planejamento Estratégico da Metrovias S.A. operadora do Metrô de Buenos Aires e Roland Zamora, gerente de Planejamento e Relações Internacionais do Metrô de Santiago estarão no painel “Internacional Alamys” com o tema “A eficiência na gestão dos custos de operação e de implementação de projetos”.

O painel Alamys - que terá como coordenador Constantin Delis, chefe da Secretaria Geral – Associação Latino-Americana de Metrôs e Subterrâneos - Alamys, acontecerá no dia programado para o dia 14 de setembro de 2016, das15h40 às 17h00, como parte da 22ª Semana de Tecnologia Metroferroviária, realizada pela Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Metrô o – AEAMESP. Palestrantes de operadoras metroferroviárias de países da América Latina, como Argentina e Chile trocarão informações sobre a situação atual e perspectivas de desenvolvimentos dos seus respectivos sistemas.

Na ocasião o secretário Geral da Alamys, Roland Zamora e o presidente da AEAMESP, Emiliano Stanislau Affonso Neto assinarão convênio de cooperação entre as duas entidades visando estabelecer um acordo de colaboração e cooperação entre as partes, para favorecer e agilizar as medidas tomadas no futuro, através da formalização dos correspondentes acordos específicos.

Na sua 22ª edição, a Semana de Tecnologia Metroferroviária acontece em paralelo à METROFERR EXPO 2016 no acontecerá no período de 13 a 16 de setembro de 2016, no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo. Durante os quatro dias de evento, técnicos das operadoras, dirigentes empresariais e profissionais do setor debaterão questões importantes relacionadas à mobilidade urbana nas grandes cidades.

Realizada paralelamente ao Congresso, a METROFERR EXPO reúne empresas fabricantes de equipamentos metroferroviários, fornecedores de peças e serviços, entidades setoriais, mídias especializadas, etc. que trocam informações sobre as inovações oferecidas ao mercado.

#MOBILIDADE #TRENS #TRANSPORTE #METRÔ

Laja Revista Publiracing
Planos.jpg
Reserve seu espaço
Simpósio de Eficiência Energética, Emissões e Combustíveis
Cursos Online AEA