• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Histórica Ponte 25 de Abril, em Lisboa, celebra meio século de vida e 17 de ferrovia.


A ponte que liga a capital Lisboa com a zona sul da cidade, inicialmente apenas para veículos automóveis, mas que à cerca de 17 anos atrás passou a ser também ferroviária, vai ter vários eventos para celebrar esta importante data, 6 de Agosto.

Ente elas, uma exposição, que é uma viagem no tempo e mostra a história da ponte construída no estuário do rio Tejo. Infraestruturas de Portugal, IP, e o Museu Nacional Ferroviário, MNF, se uniram para celebrar o 50º aniversário da ponte suspensa mais extensa da Europa.

A exposição mostra toda a importância e complexidade da obra que é considerada uma das obras de engenharia mais surpreendentes do século XX, pelo risco que assumiram todos os trabalhadores que estiveram envolvidos na sua construção.

O ambiente geral da exposição leva os visitantes aos anos sessenta na capital lisboeta, e mostra o projeto da ponte e como esta estrutura foi essencial para a economia e modernização do país, para a vida cotidiana dos residentes na capital e zona sul, e seus deslocamentos diários, entre a região de Alcântara na parte baixa da cidade, e Almada, na outra margem do rio Tejo.

A exposição destaca o impacto que a construção da ponte teve para o desenvolvimento econômico de Portugal, e posterior implantação da ferrovia, numa das principais obras de mobilidade já realizadas no país luso.

A Ponte 25 de Abril foi inaugura em agosto de 1966 após quatro anos de obras, primeiro com o nome de Ponte Salazar, e que após a revolução dos cravos na histórica data de 25 de abril de 1974, seu nome foi alterado para o atual nome.

Como marcos importantes, além da inauguração que permitia inicialmente o tráfego de veículos, o ano de 1999, que marcou o inicio da operação ferroviária numa plataforma inferior da ponte, num importantíssima obra de mobilidade para toda a região da capital.

A Ponte 25 de Abril tem 1.013 metros de extensão, e é a ponte suspensa mais extensa da Europa e a terceira maior do mundo. Mostrando a grandiosidade da obra, ela conta com duas torres de 190 metros de altura, em que os cabos principais têm cerca de 58,6 centímetros de diâmetro, e compostos por cerca de 11.248 cabos de aço.

Para sua construção foi necessários perfurar mais de 6,6 milhões de metros cúbicos de rocha e areias, e foram utilizados 300.00 metros cúbicos de concreto e 82.000 toneladas de aço.

A Ponte 25 de Abril foi planejada para suportar vibrações pela constante passagem de trens e carros, os ventos fortes, movimentos tectônicos, e sua estrutura pode mover-se longitudinalmente entre seus extremos em cerca de um metro e meio, permitindo ainda um deslocamento vertical de suas torres em movimentos que podem chegar até dois metros de altura.

A Ponte 25 de Abril foi construída pela mesma empresa responsável pela construção da ponte sobre a baía de São Francisco nos EUA, a Golden Gate, e até por isso mesmo a semelhança entre as duas obras que não escondem a origem idêntica de seu projeto.

#MOBILIDADE #FERROVIA

Laja Revista Publiracing
Reserve seu espaço