• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Volvo 850 celebra 25 anos


Modelo da marca sueca foi o responsável por importantes mudanças como sua tração dianteira e motor transversal de cinco cilindros. Foi também o primeiro veículo a oferecer airbags de impacto lateral em 1995. Modelo se destacou também por ser o primeiro modelo de tração integral da marca e seu sucesso nas pistas de corrida.

O Volvo 850 teve sua estreia mundial dia 11 de junho de 1991 no Globe Arena em Estocolmo, capital da Suécia. O modelo foi resultado de um dos maiores investimentos industriais do país e difere fundamentalmente dos projetos anteriores da empresa. Com tração dianteira e motor transversal de cinco cilindros, ele oferecia um novo nível de prazer de condução.

O veículo foi lançado com a bandeira “Um carro dinâmico com quatro estreias mundiais”. Esses novos recursos foram o motor transversal de cinco cilindros, eixo traseiro concebido internamente, sistema de proteção integrado de impacto lateral e cinto de segurança frontal auto-ajustável.

Apesar de o projeto ser derivado da série 700, o Volvo 850 era um carro totalmente novo. O desenvolvimento do modelo começou em 1978 e as equipes de trabalho tiveram grande liberdade de criação, por isso o projeto foi batizado de Galaxy.

O projeto Galaxy resultou em dois modelos: um sueco e outro holandês. A tecnologia empregada na série foi desenvolvida em conjunto. Depois os times se separaram. A Volvo Car B.V, na Holanda, passou a atuar sobre o que viria a ser a série 400, enquanto a Volvo Cars, na Suécia, desenvolveu a série 850.

O primeiro modelo apresentado foi o 850 GLT, com seu motor aspirado de 20 válvulas que gerava 170 CV. Durante a fase de desenvolvimento, a Volvo trabalhou ativamente para fazer desse modelo um carro ágil, que oferecia grande prazer de condução. Parte disso passou por encontrar, com sucesso, o correto ruído na admissão e no escape.

A versão seguinte do 850 foi apresentada em fevereiro de 1993: uma station wagon. As características típicas da Volvo estavam ali presentes, como a traseira com forte queda para aproveitar ao máximo a capacidade de carga do bagageiro. Um novo recurso de estilo, entretanto, foram as extensas lanternas que cobriam toda a coluna D. Posteriormente, a versão station wagon foi premiada no Japão com o “Grande Prêmio de Design de 1994”, assim como na Itália, com “A Mais Bela Station Wagon”.

A série 850 logo ganhou novas opções de motores. O modelo que mais chamaria atenção foi lançado no Salão de Genebra, em 1994. Com sua cor amarela distintiva, o T-5R teria a fabricação de 2.500 unidades. O motor turbo com intercooler produzia 240 CV e torque de 330 Nm. O carro era equipado com spoilers especiais, tubos de escape quadrados e rodas de liga leve de aro 17. As vendas do modelo foram esgotadas em poucas semanas. Assim, o mesmo número de modelos pretos foram produzidos e, finalmente, um último lote de 2.500 unidades na cor verde-escura.

1994 foi também o ano em que a Volvo voltou para as pistas de corrida – e o fez de uma forma bem atraente. Quando dois 850 se alinharam para a estreia da temporada no circuito de Thruxton, no sul da Inglaterra, competindo com o modelo no Campeonato de Carros de Turismo Britânico (BTCC). Com a companhia investindo fortemente na equipe Tom Walkinshaw Racing, os dois carros foram guiados pelo sueco Rickard Rydell e pelo holandês Jan Lammers. Em 1995, as station wagons foram praticamente tornadas ilegais por mudanças na regra da competição, fazendo com que a Volvo disputasse o campeonato com a versão sedã. Ao final dessa temporada, Rickard Rydell terminou em 3º lugar.

Desde o início, a imprensa chamou o Volvo 850 como “o carro mais seguro do mundo” e, em 1995, atingiu um novo patamar em termos de segurança. Nesse ponto, foi o primeiro veículo produzido em série com airbags de impacto lateral.

O 850 AWD – veículo com tração integral da empresa, lançado em 1996 – foi pioneiro para a Volvo. O 850 All Wheel Drive tinha tração nas quatro rodas com acoplamento viscoso automático, que distribuía a potência entre as rodas dianteiras e traseiras. O modelo era equipado com motor com leve pressão de turbo que produzia 193 CV, e foi o antecessor dos modelos de tração integral para a série XC.

1996 foi o último ano do 850 em produção. Quando os modelos passaram por uma sensível reestilização no ano seguinte, tiveram suas especificações alteradas para dar origem ao sedã S70 e a station wagon V70. Um total 1.360.522 unidades foram produzidas nas versões originadas da série 850.

Fotos Volvo Press

#VOLVO

Pensando em vender seu veículo? - Nós compramos !