• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing
729X90.gif

Lucas di Grassi renasce na Fórmula E com vitória em Long Beach


Lucas di Grassi venceu o ePrix de Long Beach, sexta etapa da Fórmula E, neste sábado (2). Para quem havia deixado a prova anterior, na Cidade do México, com gosto amargo por ter vencido na pista e depois ser desclassificado por um erro da equipe, foi como uma redenção. O brasileiro da ABT Schaeffler Audi Sport, que então havia assumido a liderança com seis pontos de vantagem, viu sua condição virar fumaça e uma desvantagem de 22 pontos.

Contudo, no belo balneário californiano situado às portas de Hollywood, a Fórmula E coroou seu protagonista com roteiro digno de filme. Até então com vantagem confortável na tabela, Sébastien Buemi não teve um bom final de semana, errou na classificação e errou mais ainda na corrida, e só levou dois pontos pela volta mais rápida. Di Grassi, por outro lado, ressurgiu para a disputa: largou em segundo e pressionou o então líder Sam Bird para, na 12ª das 41 voltas da corrida, realizar bela ultrapassagem para tomar a ponta - e não mais deixa-la até a bandeirada final.

"Foi uma corrida fantástica. Provamos que o que aconteceu no México foi apenas um erro, e estamos de volta na briga. O foco é gigantesco: acredito na equipe e vamos sempre tentar conquistar o máximo possível de pontos. Tudo caminhou na direção certa hoje e é muito bom estar de volta à liderança", falou Di Grassi.

A vitória recolocou o piloto brasileiro na liderança do campeonato, ainda que por um ponto. Para Lucas, no entanto, o resultado traz mais do que o ponto de vantagem na tabela. "Uma bela resposta pelo que aconteceu no México. Nessas horas é muito fácil abaixar a cabeça, jogar a toalha, dizer que o campeonato acabou ou brigar com a equipe", disse. "Mas isso mostra que quando se mantém a calma, coloca a cabeça no lugar, mantém o foco e o trabalho, os resultados aparecem. Agora estamos de novo na liderança do campeonato - o que é fantástico -, e vamos lutar até o final mesmo não tendo um carro tão bom quanto o de nossos concorrentes mais próximos", afirmou Lucas.

De fato tem sido uma temporada espetacular por parte do brasileiro. Mesmo com um equipamento inferior ao da Renault e.Dams de Buemi, Lucas subiu ao pódio em todas as seis corridas da atual temporada, com três vitórias na pista. Estatisticamente, são cinco pódios e duas vitórias. Prova do trabalho de Di Grassi e a equipe. "Temos cometido menos erros e até agora tem sido um campeonato de sonho com pódios em todas as corridas. Isso mostra o nosso trabalho e o quanto estamos forçando o limite, buscando melhorar cada vez mais. Tenho toda confiança no time e agora, com um ponto na liderança, a gente parte para as etapas europeias com a mesma cabeça, a mesma vontade de vencer todas as corridas e, quando não for possível, somar pontos e brigar pelo campeonato", destaca o piloto.

Já Piquet, novamente com um ritmo de corrida muito distante dos pilotos da frente, a única maneira de atingir o objetivo de conseguir pontos era com a volta mais rápida da corrida, que na FIA Fórmula E premia com dois pontos.

“Estávamos atrás dos pontos da melhor volta, que era o único jeito de pontuar hoje. No fim da corrida, fiz 58s4 e depois me informaram no rádio que o Buemi tinha feito 57s9. Então arrisquei demais na chicane e acabamos no muro. Estou muito frustrado e todos os meus fãs devem imaginar como”, disse o atual campeão mundial da categoria, que no ano passado ganhou o ePrix de Long Beach.

A Fórmula E inicia agora a segunda metade da temporada 2015-2016. No dia 23 de abril acontece o ePrix de Paris na capita francesa. Depois, a categoria dos carros elétricos passa por Berlim, Moscou e faz uma rodada dupla de encerramento na Inglaterra.

Resultado do e-Prix de Long Beach

1-) Lucas di Grassi (BRA), ABT Schaeffler Audi Sport - 41 voltas em 45min11s582 (média de 116,0 km/h)

2-) Stéphane Sarrazin (FRA), Venturi - a 0s787

3-) Daniel Abt (ALE), ABT Schaeffler Audi Sport - a 1s685

4-) Nick Heidfeld (ALE), Mahindra Racing - a 2s343

5-) Bruno Senna (BRA), Mahindra Racing - a 4s968

6-) Sam Bird (GBR), DS Virgin - a 5s229

7-) Jerôme D’Ambrosrio (BEL), Dragon Racing - a 6s735

8-) Loïc Duval (FRA), Dragon Racing - a 8s057

9-) Simona de Silvestro (SUI), Andretti - a 10s505

10-) Mike Conway (GBR), Venturi - a 10s900

CLASSIFICAÇÃO DA FÓRMULA E APÓS CINCO ETAPAS (Top-5):

1-) Lucas di Grassi, 101 pontos

2-) Sébatien Buemi - 100

3-) Sam Bird - 71

4-) Jerôme D’Ambrosio - 64

5-) Stéphane Sarrazin - 48

Imagens Divulgação

#FÓRMULAE

Laja Revista Publiracing
Planos.jpg
Reserve seu espaço