• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Flavio Padovan vai deixar o grupo CAOA


O executivo Flavio Padovan comunicou a CAOA sua decisão de sair da empresa, para se dedicar a um novo projeto.

Em junho de 2014, Padovan foi convidado pelo presidente da CAOA, o executivo Antonio Maciel Neto, a assumir a posição de Diretor Geral da marca Subaru, representada no Brasil pela CAOA. Sua vasta experiência e amplo conhecimento do mercado automotivo rapidamente trouxeram resultados de crescimento para a marca japonesa. A Subaru cresceu 122% nos últimos dois anos – passando de 738 unidades comercializadas em 2013 para 1.639 unidades em 2015.

Entre os fatores que contribuíram para esse avanço da marca no País, destacam-se a ampliação do portfólio de veículos comercializado no Brasil, a abertura de novas Concessionárias da marca em regiões estratégicas e a comunicação com o mercado e seus Consumidores.

Sob a liderança de Flavio Padovan, a Subaru trouxe para o Brasil os novos modelos dos esportivos Subaru WRX e WRX STI e, mais recentemente, os novos Subaru Outback e Legacy.

Outra importante e destacada ação desenvolvida por Padovan foi a criação do Conselho Consultivo de Clientes Subaru, algo inédito em toda a indústria, que possibilitou maior proximidade com o mercado e com os Clientes da marca.

Mais recentemente, Padovan liderou outra ação no setor automotivo de grande importância para o aumento das vendas e da exposição da marca, firmando uma parceria inédita com o WTC (World Trade Center – SP) que resultou na abertura da primeira Concessionária de automóveis dentro de um Hotel (Hotel Sheraton-WTC).

No início do mês de março, a CAOA anunciou mudanças em sua estrutura de gestão, nomeando Flavio Padovan como Vice-presidente de Vendas e Marketing para todas as marcas da CAOA- Hyundai, Ford e Subaru –que juntas reúnem131 Concessionárias.

Padovan decidiu interromper suas atividades na CAOA nesta fase inicial de seu novo cargo, pois sua saída não impactará o andamento da implementação das ações necessárias para que os resultados comecem a aparecer. “Percebi que os meus novos planos poderiam acontecer mais rapidamente do que imaginava e teria de deixar a CAOA ao longo do ano de 2016. Isso interromperia o cronograma de implementação das ações planejadas e entendi que seria mais correto e adequado sair agora”, declara Flavio Padovan.

“Posso garantir que foi uma decisão difícil, mas acertada, pois tanto os líderes da CAOA como o mercado conhecem minha trajetória e sabem que eu não deixaria o trabalho incompleto. Por isso, entendi que este seria o melhor momento, mesmo sem ter ainda o meu novo projeto inteiramente concluído, finaliza Padovan.

O presidente da CAOA, Antonio Maciel Neto, informa que seu longo relacionamento profissional e pessoal com Padovan faz com que ele entenda os motivos que olevarama tomar essa decisão. “Conheço o Flavio há mais de 15 anos e sei o quanto ele é dedicado, responsável e ético. Ficar, significaria permanecer na função por pelo menos dois anos e isso impediria Padovan de seguir seus planos pessoais. Vamos perder um dos mais destacados e reconhecidos profissionais do setor automotivo”, declara Maciel.

Imagem : Divulgação

#SUBARU #CAOA

Laja Revista Publiracing
Reserve seu espaço