• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Nissan aposta na mão de obra qualificada na Inglaterra para a produção da nova geração de baterias p


Com investimento de 26,5 milhões de libras (cerca de R$ 156 milhões), este compromisso mantém 300 postos de trabalho altamente qualificados em relação à manufatura, manutenção e engenharia na avançada fábrica de baterias de íons-lítio da Nissan localizada em Sunderland, na Inglaterra, a maior do gênero da Europa. Esta unidade é um dos três locais de produção global de baterias da Nissan, e fornece módulos para o 100% elétrico Nissan LEAF e para a van elétrica e-NV200, que é fabricada em Barcelona, na Espanha.

Sendo líder global em veículos elétricos, com mais de 200.000 Nissan LEAF percorrendo estradas do mundo inteiro e cobrindo mais de 3 bilhões de quilômetros rodados, este investimento representa mais um passo em relação ao compromisso da Nissan com um futuro 100% elétrico. Apenas em 2015, a Nissan vendeu 43.651 veículos LEAF em todo o mundo, sendo 15.630 na Europa.

Paul Willcox, presidente da Nissan Europa, disse: “O Nissan LEAF transformou o desempenho e a percepção dos veículos elétricos e fez da Nissan o líder incontestável na tecnologia de veículos elétricos. Este anúncio reflete a intenção da Nissan em permanecer líder em veículos elétricos por muitos anos, com as nossas operações europeias como centro das nossas futuras inovações.”

Desde o início da produção de veículos elétricos em Sunderland em 2013, impulsionado por um investimento de 420 milhões de libras, a fábrica de baterias, assim como a produção de veículos LEAF da Nissan, mantiveram mais de 2.000 postos de trabalho na Nissan e na cadeia de fornecedores.

Paul Willcox acrescentou: “A Nissan alcançou níveis de qualidade sem precedentes desde o lançamento da manufatura das baterias em Sunderland e assegurar nossa futura produção é testemunho do nosso sucesso. Esta notícia coincide com o lançamento do Nissan LEAF com autonomia para 250 km. O LEAF continua avançando à medida que concretizamos a nossa visão de mobilidade elétrica.”

O anúncio chega no início de um ano marcante no qual a Nissan celebrará o 30.º aniversário da sua fábrica de Sunderland, atualmente a maior fábrica na história da indústria automóvel do Reino Unido, e o 10.º aniversário da sua fábrica de São Petersburgo, na Rússia. As instalações de São Petersburgo celebraram a produção da unidade n.º 200.000 em 2015, tornando-a na fábrica com o crescimento mais rápido da Rússia.

Quase sete décadas de experiência em EV

A herança da Nissan com os veículos elétricos tem já 68 anos de história, iniciada com o Tama. A Nissan, que se dedicou à pesquisa e desenvolvimento da bateria de veículos elétricos, avançou desde o zinco e hidreto de níquel até aos íons de lítio. A empresa comercializou com sucesso o primeiro veículo elétrico do mundo com bateria de íons de lítio em 1996, o Prairie Joy EV.

O conhecimento e experiência obtidos concederam à Nissan uma grande vantagem sobre os seus concorrentes e resultou no primeiro veículo elétrico da história a ser produzido em massa, o Nissan LEAF.

A Nissan anunciou o seu investimento de mais de 500 bilhões de ienes em projetos de veículos elétricos, com ambiciosos planos de expansão, à medida que a procura por automóveis elétricos, limpos, eficientes e acessíveis continua a crescer.

E não é apenas o LEAF que representa o investimento e os conhecimentos de engenharia de veículos elétricos da Nissan, já que a empresa anunciou a existência de mais de 10.000 carregadores rápidos (QC) CHAdeMO disponíveis em tudo o mundo. Estes QC poderão recarregar um LEAF até aos 80 por cento em apenas 30 minutos.

Fotos: Nissan Press

#NISSAN

Pensando em vender seu veículo? - Nós compramos !