• Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
Revista Publiracing

Citadis da Alstom é um dos destaques da 18ª edição da feira Negócios nos Trilhos


Entre os dias 3 e 5 de novembro, a Alstom estará presente, por mais um ano consecutivo, na maior feira do setor ferroviário da América do Sul, a Negócios nos Trilhos. Na ocasião, a empresa irá apresentar seu modelo de VLT, o Citadis, e ofertas em serviços de sinalização, manutenção e modernização.

O evento contribui para o desenvolvimento dos negócios do setor. Reunindo toda a cadeia produtiva do mercado metroferroviário por meio da participação de operadores de cargas e de passageiros - nos quais incluem fornecedores de produtos e serviços, empresários, técnicos, engenheiros e demais especialistas -, agrega importantes pontos para os debates atuais que permeiam o futuro do transporte brasileiro.

“Há 60 anos no Brasil, atuando como uma das empresas líderes do mercado de passageiros, mantemos firme nossa presença na Negócios nos Trilhos na intenção de promover nossas tecnologias, agregar e trocar informações com os demais parceiros atuantes no setor”, afirma Michel Boccaccio, Vice Presidente Sênior da Alstom Transporte na América Latina.

O Citadis, da Alstom, se destaca por suas referências em sustentabilidade: baixo impacto ao meio ambiente e alta economia de energia. É uma solução que está engrenando com força no país, presente nos principais projetos de mobilidade e que se destaca devido à sua facilidade de interligação com outros modais. Cerca de 1.900 Citadis circulam em 49 cidades do mundo. A tecnologia já transportou cerca de 6 bilhões de pessoas, o que se aproxima à toda a população global.

O Citadis agora é fabricado no Brasil pela Alstom, em uma unidade inaugurada em março de 2015 em Taubaté (SP). O primeiro VLT produzido pela Alstom nessa unidade será entregue ao projeto VLT Carioca, no Rio de Janeiro.

A mais nova fábrica de VLTs Citadis da Alstom, localizada em Taubaté, São Paulo, agora está equipada com uma via para conduzir testes dinâmicos nos VLTs antes da entrega ao cliente, quando são feitos os testes finais. Essa é a primeira fábrica de VLTs na América Latina a ser equipada com uma via de testes dinâmicos. Os primeiros VLTs testados são destinados à cidade do Rio de Janeiro, que encomendou 32 Citadis para a Alstom em 2013, os quais devem entrar em operação comercial a partir de 2016.

O trilho de testes – que tem aproximadamente 400 metros de comprimento – é abastecido por catenárias[1], permitindo que os VLTs Citadis rodem a velocidades de 40 km/h. Os elementos dos VLTs sendo testados são tração e freio, sistema ecopack (supercapacitores), ar condicionado e conforto acústico para garantir que o VLT seja seguro, confiável, eficiente e capaz de ser inserido suavemente no ambiente urbano. Os VLTs testados rodarão cerca de 10 quilômetros por um período de quatro dias. Seis funcionários da Alstom estão totalmente dedicados a essa tarefa.

“Com os testes agora sendo realizados onde os VLTs são produzidos, podemos garantir uma entrega mais rápida ao cliente, além de reduzir a fase de testes na linha do cliente,” afirma Michel Boccaccio, Vice-Presidente Sênior da Alstom Transporte na América Latina.

A Alstom investiu cerca de 50 milhões de Reais na unidade de Taubaté, que foi construída para atender melhor as necessidades de mobilidade brasileiras e, no futuro próximo, as da América Latina. O VLT é uma solução relevante para cidades de médio e grande porte que enfrentam aumentos populacionais, congestionamentos e poluição. Um VLT usa quatro vezes menos energia que um ônibus e 10 vezes menos energia que um carro[2], além de se interconectar facilmente com outros meios de transporte.

O Health Hub, que também será abordado na feira, ajuda a reduzir os custos do ciclo de vida do sistema de transporte, otimizando o custo de aquisição e operação do material rodante, infraestrutura e sinalização. A solução inovadora de manutenção da Alstom permite ao cliente controlar a vida útil do ativo utilizando ferramentas de análise de dados de alta tecnologia. O sistema oferece ainda até 15% de redução no consumo de material.

A Revista Publiracing estará acompanhando o evento e trazendo as principais novidades do setor.

Foto: Alstom Press

#ALSTOM

Laja Revista Publiracing
Reserve seu espaço