• Revista Publiracing

Equipe Peugeot considera positiva a estreia em competição do 2008 DKR16 e de Loeb


Prova de Marrocos serviu como desenvolvimento do novo carro que teve nos primeiros dias a dupla Carlos Sainz e Lucas Cruz liderando e vencendo etapas.

Após o abandono do experiente piloto espanhol, a responsabilidade de fazer quilómetros e passar o máximo de informações para o desenvolvimento do novo carro, ficou a cargo do nove vezes campeão do mundo de ralis, Sébastien Loeb. Fazendo dupla com seu habitual navegador, Daniel Elena, eles que estrearam no Cross-Country nesta prova, e até por isso tiveram os naturais problemas, especialmente em etapas de dunas e com muita navegação.

Toda a experiência dos dias de competição foi bastante importante para a preparação da equipe Peugeot Total para o Dakar de 2016, funcionando como teste em competição, testes que vão continuar agora na próxima semana em Marrocos, para onde se deslocou toda a estrutura da equipe, em uma semana de desenvolvimento que vai contar com as quatro equipes que vão disputar o Dakar.

Com a palavra os protagonistas:

Bruno Famin, Director da Peugeot Sport considerou muito positiva a participação no rali, "O resultado final é positivo, porque a nossa intenção em Marrocos era percorrer o máximo de quilômetros possível. Embora a PEUGEOT 2008 DKR16 do Carlos tenha sido forçado a abandonar na quinta-feira, ele passou muitos aspectos positivos. Nós vencemos duas etapas e lideramos a prova. Foi também uma semana positiva em termos de fiabilidade. Há ainda alguns problemas de juventude, mas um dos nossos objetivos era precisamente identificar esses problemas em um contexto competitivo.

Quanto à ideia de fazer participar Sébastien Loeb e Daniel Elena no outro carro, foi para dar experiência para eles neste tipo de competição, e a evolução deles, apesar dos problemas, como furos por exemplo, foi fantástica ".

Sébastien Loeb, falou de mais esta nova experiência em sua carreira, "Este foi o nosso primeiro rali cross-country e o resultado é bastante positivo. Nós gostamos bastante do nosso desempenho, mostramos que podemos ser competitivos em terrenos mais suaves, mais ao estilo do que estamos habituados. As coisas ficaram mais complexas para nós nas dunas. Nós também tivemos um pouco mais de dificuldade na navegação e em localizar determinadas trilhas escondidas, mas a semana permitiu-nos ver onde temos que evoluir. "

A Revista Publiracing disponibiliza uma galeria de imagens com alguns momentos da equipe francesa em Marrocos

#PEUGEOT #CROSSCROUNTRY